Controle financeiro: qual a sua importância para a gestão escolar?

Um dos principais desafios enfrentados pelos gestores escolares é manter as contas em ordem e garantir que os recursos financeiros sejam utilizados de forma adequada. É nesse contexto que o controle financeiro se torna essencial para uma gestão escolar eficiente.

Para começar, é importante ressaltar que o controle financeiro permite que a escola tenha uma visão clara e precisa de sua situação financeira. Através dele, é possível identificar receitas e despesas, analisar a capacidade de investimento, planejar ações e estabelecer metas. Além disso, o controle financeiro possibilita o acompanhamento da evolução dos gastos ao longo do tempo e ajuda a identificar possíveis desvios orçamentários.

Uma das estatísticas que reflete a importância do controle financeiro na gestão escolar é o alto índice de inadimplência nas mensalidades. De acordo com uma pesquisa realizada pela Serasa Experian em 2024, com 987 alunos universitários, cerca de 51% estão com inadimplências entre R$ 1 mil e R$ 5 mil nas instituições de ensino.

Além disso, o controle financeiro também é essencial para garantir a transparência na gestão dos recursos. Uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2019 mostrou que apenas 16,5% dos municípios brasileiros possuíam um sistema de controle de custos na área da educação. Isso significa que a maioria das escolas não possui mecanismos eficientes para controlar seus gastos, o que pode resultar em desperdícios e falta de transparência na utilização dos recursos públicos.

O que é o controle financeiro na gestão escolar?

O controle financeiro de uma escola envolve um conjunto de procedimentos analíticos dos dados financeiros da instituição. Seu objetivo é entender as condições financeiras, limitações e possíveis cenários de expansão.

Entre os procedimentos, destacam-se a análise do fluxo de caixa, administração de entradas e saídas, avaliação de informações patrimoniais e controle do saldo bancário. Com essas informações, é possível diagnosticar a saúde financeira da escola e propor ações que visem melhorar o desenvolvimento escolar dos alunos.

Para um controle financeiro eficaz, os gestores devem prestar atenção a algumas medidas importantes, entre elas:

  • Definição do propósito institucional: definir o propósito da instituição é essencial para estabelecer um norte para as futuras decisões estratégicas e financeiras. A definição de metas e objetivos é o primeiro passo para o controle fiscal da escola, ajudando a alcançar seus objetivos. Um bom planejamento fiscal é crucial para iniciar qualquer investimento.
  • Planejamento de despesas: após definir o propósito, é necessário planejar os próximos passos. Um controle financeiro eficiente requer um planejamento de gastos eficaz, preferencialmente realizado antes do início do período letivo. Avaliar o número de matrículas, os profissionais contratados e as expectativas de crescimento é fundamental nesta etapa. Ajustes podem ser feitos conforme as necessidades da instituição ao longo do ano.
  • Transparência fiscal implementada na cultura da instituição: a transparência fiscal é vital para o crescimento de qualquer negócio, incluindo as instituições de ensino. A administração correta das entradas e saídas facilita a transparência das operações e mantém um nível aceitável de organização. Organizar comprovantes, notas fiscais e extratos bancários contribui positivamente para o controle financeiro, facilitando o acesso dos gestores a esses documentos quando necessário. A edunext fornece um dashboard completo com todos os relatórios atualizados em tempo real com todas as informações necessárias para auxiliar a sua equipe a tomar as melhores decisões estratégicas sobre a instituição de ensino.
  • Planejamento para emergências: mesmo com um bom planejamento, imprevistos podem ocorrer. Obras, atrasos no pagamento de mensalidades e demissões inesperadas podem impactar as finanças. Um controle financeiro robusto considera esses imprevistos, permitindo que o ano letivo ocorra de maneira controlada.
  • Investimentos em tecnologia: o investimento em tecnologia é essencial para um bom controle financeiro. Ferramentas tecnológicas, como uma plataforma de gestão financeira, tornam a gerência dos recursos financeiros mais equilibrada, organizada e eficiente. Segundo a pesquisa feita pela Confederação Nacional das Indústrias (CNI), 80% das empresas que investiram em tecnologia e inovação registraram ganhos em produtividade e lucratividade.

A edunext é uma fintech especializada em gestão escolar. Além de garantir a segurança financeira da sua instituição de ensino seguindo a LGPD, oferecemos agilidade nos processos financeiros, otimizando tempo e recursos. Transforme os processos financeiros da sua escola ou instituição de ensino com a inovação financeira da edunext. Agende uma demonstração personalizada e veja como a sua instituição de ensino pode crescer ainda mais com as nossas soluções.

POSTS RELACIONADOS

Como a tecnologia transforma a gestão financeira nas instituições de ensino

Impactos positivos e estratégias para uma gestão financeira mais eficiente na educação A tecnologia tem sido uma grande aliada para as instituições de ensino na...

Quero ver

Evasão no Ensino Superior: quais os motivos e soluções?

A evasão universitária é um desafio que atinge as instituições de ensino superior em todo o território nacional, mas com as estratégias adequadas esse...

Quero ver

Por que sua instituição de ensino deve adotar matrículas automáticas?

Matrículas automáticas e digitalizadas não apenas facilitam as rotinas dos administradores e alunos, como também trazem uma série de benefícios tangíveis a curto prazo....

Quero ver